Still de Amanhecer!

Oiii Pessoal! Quanto tempo :S Saudades! Bom hoje eu vim aqui para postar um STILL de Amanhecer LINDO *-* Da cena mais esperada do filme, eu imagino! ENJOY \õ.

P-E-R-F-E-I-T-O neeh? *-*

Anúncios

Melissa Rosenberg fala sobre Bella em Breaking Dawn

Durante a entrevista, Rosenberg teve a oportunidade de esclarecer os comentários que tinha feito em uma entrevista anterior com o The Los Angeles Times sobre o que deve ser exposto quando Bella dá à luz a seu filho com Edward na saga Twilight: Breaking Dawn.

Acho que ver Bella como uma vampira e sua adaptação e aceitação aos seus poderes, todas essas cenas são muito divertidas de escrever. Especialmente quando você imagina Kristen Stewart interpretando, e o jeito como ela incorpora a Bella com um tipo desajeitado, uma pessoa inquieta. Quando ela se transformar em uma vampira, tudo isso vai embora.

Breaking Dawn – Part I chega aos cinemas dia 18 de novembro de 2011.

FONTE

Prefeitura trabalha para que Amanhecer seja filmado no RJ

154999.jpg (300×400)Ainda há uma chance para Amanhecer, quarto e último filme da saga Crepúsculo, ser filmado no Brasil. O presidente da RioFilme, Sérgio Sá Leitão, publicou em seu twitter que está trabalhando em uma iniciativa para que o longa seja filmado no Rio de Janeiro, cidade que aparece no quarto livro da série.

“A RioFilme, a SEC e a Rio Film Commission estão trabalhando para que parte do quarto filme da saga Crepúsculo seja filmada no Rio”, escreveu o presidente, na noite desta segunda-feira (12/7). A RioFilme é uma empresa da prefeitura do Rio, fundada no ano de 1922, e ligada à Secretaria Municipal de Cultura.

ATENÇÃO! SPOILER!

Continue lendo

Peter é ‘Suiça’ no problema…

… das contratações de Ash e Kellan, para amanhecer! Vejam a matéria:

Peter Facineli: De Fora Das Negociações Dos Filmes Dos Seus Filhos Vampiros

Como o chefe do clã Cullen de “Crepúsculo”, você pensaria que Peter Facinelli nocautearia alguns vampiros para fazer com que seus filhos na tela assinem para o último filme da saga “Crepúsculo”, “Amanhecer”.

Os dois garotos Cullen, Kellan Lutz e Ashley Greene, tem tentado conseguir um pagamento de $1,5 milhão de dólares para o capítulo final de “Crepúsculo”. Enquanto a maioria do outros atores está a bordo, tanto quanto o diretor Bill Condon, esses atrasos estão chamando muita atenção.

Facinelli contou ao PopcornBiz na premiação StepUp Inspiration na sexta-feira, que ele está contratado para “Amanhecer”, mas que ele não está usando sua influência paternal para ajudar os garotos.

“Eu não falei com eles sobre isso,” ele diz, adicionando que não planeja fazer isso também.

“As negociação deles são deles. Eu respeito o que quer que eles decidam fazer. Cada ator deve cuidar de seus negócios.”

Você não odeia figuras paternas hippies de vampiros?

O atraso dos dois atores pode levar ao trauma os fãs de vampiros e uma possível substituição se uma negociação decente não for alcançada. Mas Facinelli estava bem sereno sobre a perspectiva e até disse não saber se o capítulo final de “Crepúsculo” será um filme ou dois.

“Eu acho que não foi decidido,” ele diz. “Eu respeito a capacidade da Summit de decidir quando chegar a sala de edição para ver se merece um filme ou dois.”

“A decisão vai ser tomada em algum ponto, mas não será minha decisão.”

FONTE

Kellan Lutz e Ashley Greene com problemas de salário para Amanhecer?

Não é surpresa que negociações salariais seriam o problema em dividir o quarto e final livro Twilight, Breaking Dawn, em dois filmes. (Os contratos dos atores cobrem apenas 4 filmes. Com esse seriam 5). Mas quem poderia ter adivinhado que seriam os atores coadjuvantes, não as estrelas, que iriam pedir por mais dinheiro? Como noticiado primeiro por Hollywood Reporter, os atores Ashley Greene e Kellan Lutz estão tomando uma frente dura sobre as negociações, enquanto Kristen Stewart, Robert Pattinson, e Taylor Lautner estão perto de assinarem seus contratos nos dois filmes. O diretor Bill Condon já assinou.

Greene e Lutz não tem papéis gigantes. Greene interpreta Alice Cullen,  a vidente irmã de Edward Cullen e a amiga mais próxima da Bella no clã Cullen. Lutz interpreta o irmão Emmett Cullen e seu papel, até agora, tem sido pequeno. Ainda assim, fontes próximas de EW.com dizem que a dupla está pedindo 4 milhões de dólares cada um para os dois filmes finais. Greene e Lutz inicialmente se juntaram com os colegas Nikki Reed e Jackson Rathbone em uma frente unida, mas fontes dizem que Reed desistiu e está perto de fechar seu acordo, que está dito para ser entre $750.000 – $ 1 milhão de dólares por filme – o valor que a Summit inicialmente ofereceu para os 4 membros do elenco. (O status de Rathbone continua incerto, e seus representantes não retornaram a ligação para comentar. O agente de Reed negou comentários.)

O estúdio negou falar sobre as negociações. Mas fontes dizem à EW.com que Greene e Lutz acreditam que porque os atores coadjuvantes fazem tanta promoção como os atores principais, e tem que estar no set tantas horas quanto eles, eles deveriam ser pagos de acordo. Uma fonte envolvida nas negociações diz que Greene e Lutz apenas querem $1 milhão a mais.

De qualquer forma, o que é peculiar é que Greene e Lutz estão se juntando. Alice, feita por Greene, é um personagem muito mais instrumental do que Emmett (interpretado por Lutz) é. E considerando que Summit substituiu atores que se fizeram de difícil antes (Rachelle Lefevre foi tirada de Eclipse em favor de Bryce Dallas Howard), não seria uma surpresa se Summit escolhesse trocar um ator ou outro. Fãs provavelmente estarão muito mais furiosos com a saída de Greene do que de Lutz.

Salário seria motivo para troca de atores em Amanhecer?

Summit Entertainment está trabalhando arduamente para fechar os negócios dos talentos necessários para dividir o quarto livro de Twilight, de Stephenie Meyer, em dois filmes. Mas um obstáculo improvável está segurando um anúncio – e poderia mesmo levar a mudanças de elenco na parcela final da série.

O estúdio está perto de finalizar acordos com os protagonistas Kristen Stewart, Robert Pattinson e Taylor Lautner, os quais irão obter grandes aumentos para voltar para uma quinta edição da saga do romance de vampiros. E o diretor Bill Condon já assinou para dois filmes “Breaking Dawn”, que seriam filmados na sequência, começando no outono e lançados em novembro de 2011 e verão de 2012, respectivamente.

Mas a Summit está tendo dificuldade com alguns dos personagens secundários da franquia. Acordos com Peter Facinelli (que interpreta Carlisle Cullen) e Billy Burke (pai de Bella, Charlie Swan) estão feitos, mas nos disseram que atores que interpretam os Cullen (especialmente Kellan Lutz e Ashley Greene) estão tentando afundar seus dentes em pagamentos maiores que, pelo menos neste momento, o estúdio por trás da franquia bilhionária não está disposto a fornecer. ”Podemos ter uma situação em que um deles é colocado na rua para provar um ponto”, diz uma fonte próxima à quem está fazendo os acordos.

Então, estamos caminhando para uma reformulação do elenco na parte final de “Twilight”?

Há um precedente para tal tática. Depois do sucesso do primeiro filme, a Summit cortou Rachelle Lefevre, que interpretou Victoria, em parte porque os representantes dela jogaram duro com dinheiro. (Bryce Dallas Howard conseguiu o emprego por causa disso.) Agora com dois filmes em série, até mesmo os Twilighters menores (Lutz, em particular) tornaram-se estrelas procuradas, então faz sentido que gostariam de ser mais bem pagos para o filme final. Mas nós fomos informados de que as ofertas de Summit – que se dizem ser de pelo menos 10 vezes o que os atores conseguiram no primeiro filme – foram consideradas “ofensivas”, dada à quantia enorme de dinheiro que a franquia gerou.

Summit se recusou a comentar a situação. Mas o estúdio quer se mover rapidamente para puxar o gatilho em dois filmes – e não tem medo de reformulação do elenco se os acordos não forem alcançados. Além disso, ela tem ainda mais razões para estar preocupada com os custos desta vez. Como é típico em franquias de sucesso, os filmes “Twilight” são cada vez mais caros com cada parte. E os protagonistas também, especialmente se “Breaking Dawn” for dividido em duas partes. O trio assinou inicialmente por três filmes (lembre-se, nessa época “Twilight” foi uma adaptação de baixo orçamento de um novo nicho de romance adolescente), mas, na primavera de 2009 – após o primeiro filme se tornar um sucesso internacional – eles renegociaram todos os seus negócios de modo que a Summit poderia reservá-los para um quarto filme.

O estúdio, em seguida, percebeu que “Breaking Dawn”, com suas mais de 900 páginas e narrativas contadas a partir de duas perspectivas, era denso o suficiente para ser dividido em duas parcelas (como Warner Bros anunciou que faria para o final de “Harry Potter”). Apenas um problema: o elenco não assinou para um quinto filme. Eles são todos grandes estrelas agora, com Lautner, particularmente pedindo na faixa de US $ 7,5 milhões, então uma outra renegociação iniciada.

Isso significa pagar mais para os protagonistas, o que tornará o filme final muito mais caro do que os outros (“Eclipse”, que chega aos cinemas em 30 de junho está custando cerca de US $ 65 milhões, um valor que certamente será pequeno perto da quarta e da quinto parte, mesmo que os custos possam ser amortizados, filmando os dois ao mesmo tempo). Por essa razão, a Summit ainda está segurando a opção de simplesmente fazer um “Breaking Dawn”, apesar de várias fontes dizerem que ficariam chocados se o quinto filme não acontece. ”Essa coisa vai ser feita em dois filmes,” uma fonte diz. ”Com ou sem o elenco intacto.” Meyer já assinou o plano de fazer dois, um obstáculo fundamental, dado o direito de aprovação que ela tem em seu contrato.

A Summit também está de olho em outras medidas de corte de custos para as parcelas finais. Um acordo está sendo negociado para mover a produção para Louisiana depois de fazer o primeiro em Portland e os dois últimos em Vancouver e na Itália. Atrair “Twilight” seria um enorme negócio para o estado – e, dados os créditos fiscais, pouparia dinheiro para o estúdio.

“Twilight” tem sido até agora uma rara franquia de peso feita com um orçamento não tão pesado.Vai ser interessante ver o que a Summit vai fazer para mantê-la assim. Trocar um ator na última parcela de uma série bem-sucedida pode ser uma jogada arriscada, mas nós estamos apostando que, contanto que os seus preciosos Bella, Edward e Jacob retornem, os fãs vão superar qualquer decepção.

Bill e Stephenie estão ansiosos…

… por Amanhecer! vejam está pequena matéria:

Após meses de especulação e rumores, Bill Condon vai pegar o cargo de diretor do tão aguardado Breaking Dawn, o quarto e último capítulo da saga Twilight.

A Summit Entertainment oficialmente anunciou o acordo na Quarta-Feira, encerrando vários meses de rumores, que incluíam diretores de grande sucesso, como Gus Van Sant e Sofia Coppola, segundo a MTV.

“Eu estou muito animado por ter a chance de trazer o clímax dessa saga à vida nas telas,” disse o indicado ao Oscar, Condon. “Como os fãs da série sabem, esse é um livro único — e nós esperamos criar uma experiência cinematográfica igualmente única.”

A autora da série, Stephenie Meyer expressou entusiasmo similar pela escolha do diretor de Dreamgirls, que também escreveu e dirigiu Kinsey, em 2004, e também escreveu o roteiro para o musical de sucesso, Chicago. “Eu estou tão excitada que Bill queira trabalhar conosco,” ela afirmou. “Eu acho que ele vai se encaixar perfeitamente, e eu estou animada para ver o que ele vai fazer com esse material.”