Alan Ball alfineta a saga crepúsculo

“A ideia de vampiros no celibato é ridícula. Para mim, vampiros são sexo. Eu não entendo uma história de vampiro sobre abstinência sexual. Eu tenho 53 anos. Não me importo mais com estudantes de colégio. Acho eles irritantes e desinformados”.

Na série, qualquer orifício disponível é utilizado para fornicação: gays, heteros, entre humanos e seres sobrenaturais, entre seres sobrenaturais e seres sobrenaturais, sejam eles lobisomens, cães ou mênades com cabeças de minotauro. Porém, nenhum sexo é tão bom quanto um feito por um vampiro, cujas batidas por minuto podem chegar a 120, enquanto ele devora seu pescoço e faz seus olhos girarem fora de órbita. Stephen Moyer, o Bill, apresentou sua teoria sobre a atração exercida pelos vampiros:

“Se olharmos da raíz, eles criam buracos no pescoço onde antes não havia buraco algum. É como uma desvirginização: o rompimento do hímen, o sangue virgem sendo bebido. E ainda há as presas afiadas penetrando e se movimendo na carne. Isso é sexy. Acho que isso torna os vampiros atraentes”.Além disso, Robert Pattinson é apenas “atraente”, certo?

FONTE

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: