Tyson Houseman sobre as gravações de Eclipse!

Tyson Houseman, que interpreta “Quil” em The Twilight Saga: Eclipse, tirou um tempo para discutir com alguns fã-sites selecionados a sua experiência em ser parte de uma das maiores franquias de filmes do mundo.

P: Então, mesmo que seu personagem tenha sido apresentado em New Moon, você ainda não entrou realmente na ação até Eclipse. Você meio que sentiu um pouco como Quil – que você foi deixado de fora da diversão? E valeu à pena a espera para participar mais em Eclipse?

Tyson: Sim, houveram na verdade muitas coisas similares entre mim e o personagem. Em New Moon, como você disse, eu só tive um dia de gravações no set, então toda vez que eu via os outros lobos, eles sempre falariam de toda a diversão que tiveram no set, e essas coisas. E eu meio que sentia como se estivesse perdendo isso. Então eu estava muito animado para Eclipse quando começamos. Eu era um lobo e um membro do Wolfpack. Então saí com os caras de novo e todas essas coisas com eles, e isso foi muito parecido com o que Quil estava fazendo, também.

P: Você na verdade não teve que passar por toda aquela rotina de ficar musculoso, e eu fiquei imaginando o quanto foi desafiador para você acompanhar o resto dos membros do elenco no regime para o filme.

Tyson: Bem, não foi tão difícil para mim, porque mesmo que eu não fosse um lobo em New Moon, eles ainda me colocaram no treinamento do Wolfpack. Então eu estava acostumado com a rotina puxada de malhação dos caras, e eu meio que fiz disso uma meta para mim, para que quando Eclipse começasse a ser filmado, eu estaria em ótima forma física, para que pudesse acompanhar os outros caras, e eu acho que me saí muito bem.

P: Nós ouvimos sobre muitos dos caras se encontrando antes de New Moon. Vocês se reuniram e fizeram algumas coisas legais durante as filmagens de Eclipse?

Tyson: Sim, nós tivemos que fazer outras séries de exercícios juntos antes do filme, só para ficar em forma, e isso foi muito divertido. Foi uma ótima forma para nos ligarmos. Nós passamos por muita dor juntos, e nós sempre saíamos para jantar depois de coisas como essas. Então foram ótimos momentos. Foi muito bom ter amigos no set.

P: Imprinting é uma parte enorme do livro. Nós vamos ver isso indicado em Eclipse, e se sim, como você se sente pelo seu personagem ter que passar por isso?

Tyson: Bem, quero dizer, eu fiquei um pouco preocupado de início porque isso por vir à tona como algo um pouco assustador para alguém que não sabe na verdade como funciona a coisa toda de imprinting, mas eles fizeram um excelente trabalho explicando isso, e apresentando, e tudo desse tipo. E é retratado muito bem em Eclipse, para que você realmente entenda o que é na verdade, e para que as pessoas não saiam dizendo, “Oh, isso foi arrepiante. Ele está apaixonado por uma garota de dois anos.”

P: Como foi a sua experiência em trabalhar com Chris Weitz em New Moon e depois passar a trabalhar com David Slade em Eclipse? Você gostou? Teve um que você preferiu?

Tyson: Bem, eu achei que foi uma ótima oportunidade eu poder trabalhar com dois diretores diferentes no mesmo projeto, para a mesma séria. Eu achei muito divertido. Chris – ele foi um cara muito legal. Ele era muito alegre. Ele sempre estava dando apoio e ele era muito engraçado. Eu sinto como se eu tivesse me dado muito bem com ele. Ele sempre estava lá pra você. E, hm, David – foi muito legal trabalhar com David também, porque ele tinha um estilo diferente. Ele era um pouco mais meticuloso. Ele era mais intenso e complexo em tentar pegar todos os pequenos detalhes certo, uma coisa com a qual eu fiquei muito feliz, porque ele se encaixou muito bem na série e ao livro.

P: Muitos dos membros do Wolfpack falaram sobre fazer uma tatuagem do Wolfpack quando os filmes terminarem, e algumas pessoas dizem, “Sim, nós vamos todos fazer isso,” e alguns dizem, “Não, não vou fazer.” O que você acha da tatuagem?

Tyson: Bem, originalmente eu estava pensando que eu não queria fazer. Tipo, eu entendi que todos eles iriam querer, mas eu não queria. Mas depois Kiowa começou a me pressionar tipo, o tempo todo para fazer a tatuagem, então, não sei. Eu acho que talvez eu acabe tendo que fazer.

P: Você falou que filmar Eclipse foi fisicamente difícil de se fazer, mas houve algo que você teve algum momento em que você passou por muitas dificuldades e realmente combateu, já que a atuação é uma grande preocupação em Eclipse?

Tyson: Houveram algumas poucas partes dele que pareceram um pouco difíceis, mas eu dei o melhor de mim para tentar me divertir com isso o máximo que eu podia. Como eu disse, foi ótimo ter o apoio dos outros caras do Wolfpack porque eles são ótimos amigos, e todos os outros no set, também, eram amigáveis e receptivos e legais, e nós todos temos muita, muita energia. Então isso contribuiu muito para qualquer desafio que tivéssemos durante alguma cena ou algo assim. E foi muito bom ter o diretor para ajudar, também.

P: Muitas pessoas perguntam sobre as experiências loucas com fãs, e eu só queria ouvir sua melhor experiência.

Tyson: Bem, sempre há alguns, como as garotinhas, que tem medo de vir até você porque eles acham que você é realmente um lobo. Isso aconteceu comigo algumas vezes. É muito bonitinho, e elas ficam muito assustadas. Além dessa, teve uma mulher de uns 70, 80 anos. Ela era uma senhora baixinha, e era a maior fã! Foi muito legal.

P: Que responsabilidade você sente que tem com os fãs da série para colocar seu personagem no lugar certo? E isso fez alguma diferença em alguma das escolhas que você fez?

Tyson: Bem, isso definitivamente fez diferença, havia muito peso nisso, muita pressão para dar certo. Mas eu sentia como, você sabe, os diretores e produtores e os diretores de elenco me escolheram por uma razão, e eles gostaram do que eu tinha, então eu apenas meio que confiei que eu tinha o jeito do personagem e que eu podia me encaixar nas habilidades do personagem facilmente o suficiente só, sabe… Eu estudei os livros o máximo que pude, e eu tinha tudo certo do personagem, com as minhas habilidades. E eu só tenho que acreditar que os fãs vão gostar disso.

P: Qual é a lembrança mais excitante que você tem das gravações?

Tyson: Bem, teve esse vez, quando nós estávamos gravando uma cena com todos os caras do Wolfpack, e nós basicamente tínhamos que correr através de um campo bem rápido. E nós estávamos descalços e tinha muita, muita lama e estava muito molhado. E toda vez que gravávamos uma tomada, alguém caía sentado enquanto correndo. E foi muito divertido para mim porque toda vez que estávamos prontos para gravar, Alex tentava nos animar falando tipo, “Ok caras, isso é o que temos que fazer. Vocês tem que correr muito.” Ou, “Vocês tem que ficar na ponta dos pés.” Porque ele é um dançarino. Ele dança há muito tempo. E isso era muito divertido porque o tempo todo ele nos dava dicas, nós fazíamos uma tomada e então seria quem ia cair. Era muito divertido.

P: Os fãs têm perguntas pra você. Eles querem saber que conselho você dá para eles, principalmente fãs Nativo-Americando, e como eles podem entrar na atuação.

Tyson: Basicamente, único conselho que eu posso dar é só ir e fazer o trabalho. Envolve trabalho duro e muitas pessoas acham que é um trabalho fácil. Tipo, há alguns aspectos fáceis  mas há muita, muita coisa muito difícil de se fazer. Como quando você vai a uma audição, você tem que saber isso como a palma da sua mão. Tipo, você tem que ser – colocar todo seu esforço na tentativa de conseguir alguma coisa daquilo. Eu acho que isso meio que se aplica, mas é o que eu posso dizer. Você tem que se esforçar pra conseguir alguma coisa.

P: Nos comentários do DVD de New Moon, Chris Weitz meio que fez um comentário sobre o seu processo de audição. Ele disse que você meio que estava na rua, e viu uma grande fila e perguntou o que estava acontecendo. Você pode nos contar um pouco sobre como você foi parar na audição para New Moon?

Tyson: Bem, eu não sabia nem que seria pra New Moon, na verdade. Eles só disseram que a audição era pra um grande filme e que eles não falariam o nome do filme que era. Mas quando eu fui para ver o que estava acontecendo, tinha uma fila de uns 4 ou 5 quarteirões cheios de fãs de Twilight, com livros e camisetas e tudo mais. Então eu meio que percebi que provavelmente seria pra New Moon. E eles me disserem que eles estavam procurando por quem tivesse descendência Nativo-Americana e que estivesse entre 15 e 25 anos. E eu fiquei tipo, bem, eu me encaixo na descrição, então eu vou tentar. E eu basicamente apenas tentei por experiência porque eu não esperava realmente conseguir algo, mas acabou que eu fiz a audição muito bem, e recebi uma ligação depois sendo chamado de volta. E uma semana depois, me falaram que eu consegui o papel.

Q: Nós tivemos muitos pedidos pelo seu Twitter! É algo que você consideraria no futuro? Ser parte do mundo do Twitter?

Tyson: Bem, sim, é. Quero dizer, eu não tenho nada agora. Qualquer coisa que estiver aí agora, é um falso, mesmo que eles digam que não são, ou coisa do tipo. Mas eu estou trabalhando pra montar um site para mim – um fã-site. E uma vez que ele estiver funcionando, eu vou poder fazer um Facebook e um Twitter, e um MySpace, e coisas desse tipo, para que os fãs possam se conectar. [Tyson já se juntou ao Twitter – @TysonHouseman]

P: Como você compararia as cenas de luta de New Moon com o que veremos em Eclipse, sem, você sabe, revelar muito sobre o filme?

Tyson: Bem, eu conheço aquele diretor, David Slade, ele é muito bom nisso. Outro filme no qual ele trabalhou, 30 Days of Night, foi definitivamente muito ousado, sombrio e de ação. E então eu acho que você pode esperar que ele traga muito disso. Vai ter muita coisa sombria e vai ser um pouco ousado. E eu acho que com o tanto de cenas que estarão nele, vai ser muito mais do estilo de ‘garotos’. Quero dizer, acontece uma guerra toda nesse filme, então vai ser muito excitante de ver.

P: Eclipse parece ser um dos, se não o, livro favorito entre os fãs. Como você acha que o filme vai apelar para as expectativas dos fãs de Eclipse?

Tyson: Bem, para mim, pessoalmente, Eclipse é também o meu livro preferido. E quando eu li o script e fui trabalhar em Eclipse, eu estava muito orgulhoso. Eu senti como se tivesse se encaixado certo na verdade e traduziu bem o livro. Então eu acho que os fãs vão gostar muito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: