Dakota está crescendo…

Dakota Fanning interpreta alguém da sua própria idade em The Runaways, o papel da roqueira ninfeta dos anos 70 é para chocar qualquer um que acredite que ela ainda seja aquela bonequinha de I am Sam, Dreamer e War of the Worlds.

Assim como a cantora das Runaways, Cherie Currie, a atriz de 16 anos passa de uma garota ingênua para alguém cheirando uma mão cheia de cocaína, se pegando com fãs, e dando um beijo com outra garota, sua colega de elenco Kristen Stewart. Fanning também usa a lingerie que é a marca registrada de Currie para interpretar vários hits de The Runaways, incluindo aquele hino nada sutil da sexualidade adolescente, Cherry Bomb.

A garotinha cresceu rápido, pelo menos nas telas.

Na vida real, Fanning é uma líder de torcida no colégio em North Hollwood, uma ávida tricoteira e toca piano e violino enquanto aprende a falar Francês.

Tudo isso é nada perto dos excessos imorais de Currie, e essa é a razão de seu trabalho se chamar “atuar”. Essa é uma contradição que os espectadores deveriam se acostumar a ver, assim como Fanning explicou durante uma conversa por telefone durante suas férias de Primavera:

Você está amadurecendo inteligentemente nas telas com as suas escolhas de papéis, como The Runaways. Essas decisões são totalmente suas, ou dos seus pais e conselheiros?

Muitas pessoas estão por fim envolvidas nas minhas decisões, mas no final do dia, sou eu quem tenho que decidir. Quando você faz um filme, você dá parte de si ao personagem. Eu tenho que me mexer, e me inspirar, no final de tudo. Eu sei que há um certo sentimento quando você lê um script e ele conversa com você. Você sente como se tivesse sido feito para você, de certa forma.

Há uma cena em The Runaways quando Cherie escuta a letra de Cherry Bomb e diz, não, eu não vou fazer isso, e quase desiste. Você faria isso, se um papel for muito ousado?

É uma coisa muito difícil de se fazer. Fala muito da inocência dela e dos seus pensamentos, o que é algo que eu acho que todo mundo amou sobre ela. Mas, sim, algumas vezes você tem que dizer não. Para um papel, talvez hajam algumas coisas que você não faria. Eu não sei se você pode refletir sobre isso antes de realmente chegar à esse ponto, sabe?

Algumas pessoas não querem deixar a pequena, querida Dakota que eles adoraram em I am Sam e War of the Worlds ir embora.

Isso é simplesmente natural. As pessoas me vêem em filmes desde os meus seis anos, e parece como se eles me assistiram crescer. Eu entendo completamente. Muitas pessoas não estão acostumadas à me ver fazer coisas diferentes em filmes, mas quanto mais você cresce, é o que acontece. Eu quero fazer isso para sempre, então eu vou provavelmente fazer várias coisas diferentes pela estrada. Eu espero por isso, e espero que meus fãs possam crescer nesse sentido comigo.

Muitos desses fãs estão crescendo com você, talvez considerando você como um modelo à ser seguido, tanto nos filmes quanto na vida real. Isso faz alguma diferença para você?

Quando você faz algo onde você está sob o olhar do público, isso vem junto. É algo que você tem que aceitar. Mas eu não sei se você pode escolher papéis de acordo com qual é o melhor modelo à ser seguido. Isso não é muito justo. Como pessoa, você vive a sua vida de uma certa forma. Mas nos filmes, é a sua vez de meio que explorar um tipo diferente de personalidade, ou um tipo diferente de vida.

Então, quem você quer ser: Meryl Streep ou Julia Roberts?

Eu não sei. Eu não quero nunca ser outra pessoa. Mas eu admiro muito Meryl Streep e Julia Roberts. Eu quero continuar fazendo papéis que me movimentam, ou que podem movimentar outras pessoas. É o que você aspira como ator. Eu não sei onde os papéis podem te levar. Eu quero fazer coisas diferentes o tempo todo, e qualquer coisa que venha com isso, parece ser certo.

Você está consciênte da sua imagem como a criança mais incomumente inteligente de Hollywood?

Eu nunca pensei em mim como outra coisa que não seja quem eu sou. Talvez tenha algo a ver com meus pais sempre me trataram, desde que eu era um neném, como uma pessoa de verdade. Eles sempre me trataram como se a minha opinião importasse. Eu sempre me senti muito normal, e eu tenho uma vida muito normal quando não estou atuando. Também, minha mãe me criou com boas maneiras do Sul, então, isso ajuda.

Anúncios

Uma resposta

  1. éh……. a nossa menia está crescendo, é bom saber q ela é uma ótima atriz e se mostra incrivelmente inteligente em suas escolhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: